Monday, August 03, 2015

Pára. Escuta. Olha.

Acabei de ler um artigo sobre o facto de algumas pessoas simplesmente não saberem esperar e atirarem-se de cabeça para algo. Nomeadamente, para um relacionamento. E principalmente não saberem lidar bem com a espera, com o silêncio (normal), com a separação (física e por dias) da outra pessoa. Eu sou assim. Não sei esperar por ele. Não sei respeitar silêncios, nem tempos, nem horários, nem vontades - que existem, mas nem sempre dá para se manifestarem. Sou muito explosiva. Reajo mal a negações, a tempos livres e mortos em que há outra coisa por fazer - mas igualmente me chateio quando eu tenho de fazer mas ele me pergunta se eu posso ou quero. Em resumo, este tipo de comportamento é de pessoa mimada. 
Estive tanto tempo sozinha, a fazer tudo sozinha, que continuo a querer o meu espaço, mas não sei dar espaço aos outros. Isso é errado. Isso mata uma relação se não for bem medido. É preciso parar, escutar, olhar e respirar antes de dar o próximo passo. Ter a calma e paciência necessárias - não tanto pelos outros, mas essencialmente por nós, de forma a deixarmos a Vida rolar ao seu ritmo, sem estar sempre em cima, e estar sempre a massacrar o outro (mesmo que seja um massacre positivo não deixa de ser massacre). É preciso principalmente acreditar no Outro. Se somos amados porque temos a mania que o silêncio é sinónimo de que tudo vai mal? Não quer dizer nada. Numa relação, se algo está mal as pessoas falam sobre isso - para o bom e para o mau. Não estamos num jogo em que temos de esperar a cada 5 segundos pela resposta da mensagem que não vem - ela vem, simplesmente temos de espera mais do que os 5 segundos de intervalo! 

Esperar é uma virtude - só temos de colocar isso na nossa cabeça. 

No comments: