Friday, October 05, 2012

E chegamos ao 5 de outubro com uma crise espiritual....

Que fique bem claro que hoje estou revoltada. Não porque seja o último feriado (mini-férias ou whatever, who gives a fuck??), mas sim porque o PM Pedro Passos Coelho e, por conseguinte, o cidadão e pai Pedro, deram de frosques com medinho que lhe(s) acontecesse alguma coisa. Porque querem, tal como todos os outros que nos atiravam poeira para os olhos, que pensemos que isto é fait-divers, que as nossas queixas e, presumivelmente, "amuos", não passam mesmo disso, de queixas e amuos, como se fôssemos o Cristiano Ronaldo a fazer uma birra porque estamos a ganhar menos 1 milhão que o outro colega de equipa. Meus caros políticos (TODOS!), não estamos a fazer isto porque gostemos, não estamos a manifestar o nosso descontentamento porque queremos, mas sim porque estamos fartos e para uma cada vez maior percentagem da população da REPÚBLICA Portuguesa, é já a última forma de protesto, uma vez que não têm mais como se defenderem. E se acham mesmo que fugindo é o melhor remédio nestes dias de merda, então preparem-se porque quando voltarem, se calhar, será pior. Pessoas que vão contra a Constituição, vão contra a República e, a meu ver, em qualquer país, ocidental (e sem ser) do Mundo, a isso chamamos de "traição à pátria" - vide meus caros anormais que disseram que quando eu estava no Brasil estava a trair o meu país com as minhas comparações e declarações, vocês são uns atrasados que não sabem sequer distinguir uma coisa da outra -, e geralmente esse tipo de coisa, terminava com pena de morte. Pessoas que fogem do país em dias (ainda) considerados como efemérides nacionais, porque não querem participar nos eventos associados, são piores do que animais, ratos, que fogem da água quando o navio vai afundando lentamente. E quem fala nas personagens que todos sabemos, podemos também falar nos outros que já foram para Paris, Paris há uns 2 aninhos... esses sim, merecedores da faixa preta nos olhos, serem atirados contra uma parede... Calma, para aqueles que achem que sou extremista... ainda não viram nada. Mas uma coisa é certa: eu cá não escondo como sou. Obviamente que fui educada numa sociedade de consumo, capitalista, claro que sim, porque não? Fomos todos aliás educados nesse sentido. Não no de gastar desmesuradamente, mas sim gastar porque podíamos com coisas que lá fora, todos os outros também tinham, sem exageros. O pior são os que estão lá em cima, no topo da hierarquia dos assalariados. Esses gastaram e gastaram e gastaram até termos de ser nós, o que estamos na base, a ter de começar a pagar-lhes os vícios. E isso é que está errado. Se todos os portugueses trabalhadores, reformados, ex-gerentes, ex-CEO's e etc's. começassem a receber por mês 2000 euros, as coisas iriam correr bem melhor. Fala-se tanto agora em equitatividade, mas acho que quem menciona essa palavra não sabe o que ela deve significar com certeza. O que eu acabei de escrever acima é que é parecido com equitatividade: TODOS GANHAREM POR IGUAL.. mas claro que agora me dizem: um chefe não pode ganhar o mesmo que o empregado. Não pode porquê??? O valor de ser-se diretor ou chefe de algo vem da sua capacidade de trabalho e gestão. Não vem porque recebe mais ou menos que os outros. Vem porque é realmente bom naquilo que faz. Falo por mim, o valor que dou ao meu trabalho vem do meu empenho no que faço, não porque ganho bem ou mal. Aliás, o problema é exatamente esse: o pessoal tem a mania que o trabalho deveria ser compensado financeiramente e depois, muitas vezes dá raia no local de trabalho, para uns ganharem mais outros devem ser despedidos e entra-se assim no ciclo vicioso que levou Portugal ao estado em que está. CAÓTICO. Já chega de caganças. Portugal sempre foi um país, principalmente depois do 25 de abril, de caganças. E isso levou-nos à bancarrota. Deixe-mo-nos de mesquinhez e passemos realmente a cortar na despesa pública (e por falar nisso, POR FAVOR LARGUEM AQUILO QUE DEVERIA SER GRATUITO AOS OLHOS DE QUALQUER REPÚBLICA LIVRE E SUPOSTAMENTE DEMOCRÁTICA: TRANSPORTES, SAÚDE E EDUCAÇÃO!), nos salários dos gestores públicos e público-privados (sempre que eu leio isto dá-me ideia de serem ninfomaníacos..), cortem SERIAMENTE com as fundações de merda que nunca ninguém ouviu falar. Apostem realmente nos quadros mais jovens e com imensas ideias novas para colocar em prática (bolseiro também é um ser-humano, mesmo que muitos financeiros assim não o entendam). Enfim, comecem a pensar pelas próprias cabeças e não somente a partir das cabeças de outros. E outra coisa, não fujam, que é muito feio e poderá ter consequências a nível de ego brutais no futuro bem próximo. 


PS - Parem de se armar em "pidescos" só porque alguém vos chama à razão de quando em vez. Se algum dia algum mastodonte me tocasse porque eu tinha enviado o cidadão Pedro ou PM Pedro Passos Coelho para o cara... you know the rest, eu poderia acabar no hospital brutalmente agredida, mas o gorila também não se ficava a rir. 







No comments: