Tuesday, January 20, 2009

Cansei o corpo na esperança de cansar a mente, mas não há forma de esquecer...

João Aguardela (1969-2009)
Hoje, quando eram 16.00 horas, a minha mente bloqueou, o meu coração ficou mais pequeno e os músculos contorceram-se. Tudo aquilo que conheci já era cinza e pó... Nunca me irei habituar a tal pensamento. Citando um amigo meu, P.: "O risco é pouco importante quando a unica certeza é a morte. E a morte é inglória sem obra. Estamos obrigados a não falhar."

3 comments:

The Star said...

Confesso que me impressionou esta perda irreparável.
Os Sitiados fizeram parte da minha adolescência e como tal o João Aguardela também fez. Hoje ao ouvir esta notícia trágica fiquei deveras angustiada...
Fica o seu legado, a sua música cheia de qualidade.

Isabel said...

queres saber a minha opnião sobre a morte... a morte é fria e quando chega mostra como os seres humanos são frágeis e sentimentais e nunca ninguém se vai habituar a ela

KameraManInBlack said...

por mais que tente, não consigo passar para palavras a tristeza que sinto por mais um amigo que se despede...

até sempre, João!