Tuesday, November 15, 2011

Tanto medicamento no sistema...

... o pior é a Luz; eu que adoro Luz, que felizmente admito hoje estar um dia semi-normal, sem chuva, sem muito frio, luminoso até, só lá vou de óculos escuros. Se normalmente já tenho alguma sensibilidade ótica, hoje, com o devaneio da sinosite, é para esquecer. Como são óculos graduados (que eu sou mesmo pitosga e não vejo nada sem eles), chegada a Lx achei estranho os tons castanhos que pautavam o horizonte azulado. "Ahhhh.." pensei eu "... pois, estou de óculos escuros, é natural que assim veja estas coisas"... e o sono? Para além do do costume, e daquele que revelava nas entrelinhas uma crise renal em formação, é o sono pelas doses de medicamentos que ando a enfardar: zyrtec, paracetamol, maxilase, urispás (não tenho qualquer tipo de contrato com farmacêuticas, nem, tão pouco me fazem descontos nas farmácias). Quanto a febre... é possível que tenha alguma sim, baixinha ainda, e que espero honestamente que daí não passe. O pior é mesmo a febre, que aí não me aguento em pé. Estou mesmo mesmo a pensar tirar uns dias de férias (os que me restam) se melhorar, lá para fim do ano.. Não há coisa pior do que uma pessoa não se sentir bem.

No comments: