Sunday, October 17, 2010

Sabes que estás a ficar realmente magra quando: todos os pares de calças exigem um cinto; quando as tuas costelas começam a doer sempre que te sentas numa cadeira com "costas" de madeira, porque batem directamente na mesma. Aparentemente não estou a fazer qualquer dieta, continuo a comer de tudo, entre os grelhados, os fritos (que reduzi porque não faço a mínima de como anda o colesterol), os cozidos, a fruta, as verduras, as sopas (tantas, tantas), embora admita que a quantidade é menor. Meus caros, a falta de dinheiro inibe-nos à mesa de comer que nem uns abades, o que é algo tipicamente português e errado. O organismo acaba por se habituar a menos alimento e é claro que isso é reflectido na balança. Que vou jantar hoje? Não sei... presumo que sopinha. Uma sandocha de queijo..., we'll see.

2 comments:

mónica* said...

tu toma-me bem conta de ti rapariga :)

Clau said...

Ahhh sim sim... don't worry. Mas a verdade é mesmo esta, começamos a ter de comer em menos quantidade, mas mais vezes ao dia. Isso é já o ideal para ir emagrecendo, desde que acompanhado com exercício (eu começo nas caminhadas).