Wednesday, November 18, 2009

Irónico, irónico é estar-se sentada a trincar qualquer coisa para enganar o estomago, dizer para dentro: "estou-me a borrifar para ele" e, do nada, o "ele" passa por nós. Foi o que me aconteceu hoje, na verdade foi o que me aconteceu nem há 1 hora atrás. Nem me mexi, nem pisquei os olhos, nem ruborizei, mas pensei: "Então? Não era suposto estares finalmente a fazer a (merda) da mala?" Não comi sequer mais depressa, nem peguei em mim mesma e nem me enfiei na minha salinha mágica (com a música repetitiva). Deixei-me estar, a fazer tempo de vir para aqui; entretanto alguém se colocou à minha frente para tirar um café expresso da máquina, nesse mesmo momento ele voltou a passar por mim. Acho impossível que não me tivesse visto, pelo que fiquei na mesma, uma vez que eu estava sentada a comer mas a olhar, finalmente após 4 meses de aqui trabalhar, para as pessoas. Ou seja, a fazer exactamente o oposto do que ele me terá feito: eu estava a ver! Acho que a minha dúvida apenas persistiu se devia ou não comprar um chocolatinho.
Falando seriamente, as coisas nunca estão totalmente esquecidas se ainda fico totalmente lixada quando o vejo.

No comments: