Posts

Showing posts from February, 2018

O Tempo e o Vento

Sim, estou a usurpar o título da saga de Érico Veríssimo para este texto. Mas não irei registar nenhum romance com este nome.  Simplesmente faço a exultação do Tempo, que parece escorrer cada vez mais célere nas nossas vidas modernas, e das palavras que são proferidas e levadas em ondas sonoras por vibrações que não vemos, mas que podemos sentir.  Hoje é uma daquelas datas mágicas. Escrevem-se milhares de reportagens sobre o assunto mais do que falado. Agora com a nuance de acrescentar que o namoro e o amor não seja, per si e afinal, a melhor coisa do Mundo - basta vermos os relatórios públicos sobre violência entre casais para fazer nisso acreditar, ou então perceber que o organismo humano pode, realmente, sofrer perturbações graves com exposto à dor da perda de alguém que se ama/amou/amava.  Mas se calhar, hoje em dia, mais do que nunca, dever-se-ia escrever sobre o Amor/Tempo. Talvez há uns anos fosse mais simples manter o Amor, ou pelo menos, não seria tão fácil dispersar por outros …