Posts

Showing posts from January, 2013

Podia aqui falar de...

Israel estar a promover uma vacinação de esterilização aos judeus de origem nigeriana;O homem que foi acusado de mais de 7000 crimes de abuso sexual a crianças e pornografia infantil ter sido (apenas e só) condenado a (apenas e só) 19 anos (apenas e só) de cadeia;Mas na realidade, prefiro falar da Dora - a cantora do Não sejas Mau para Mim, nos idos anos 80.Lembram-se da Maya ter feito uma produção ousada para revista Playboy quando esta entrou no mercado nacional? (Na sua versão igualmente nacional?) Pois bem... depois de uma série de outras moças, chegou a vez da Dora, de 55 anos, também revelar ao mundo alguns dotes mais do que os de cantora. Vamos por partes, a Dora tem um corpo fabuloso (se aquilo não tem Photoshop, bato palmas com gosto a uma mulher que se consegue manter assim), mas a Dora não é nem mais, nem menos, do que as outras mulheres. Daí que... porquê de tanto alarido por causa de ser capa da revista? Porque, segundo algumas das críticas e opinadores, é "velha dem…

Eu e a Diana F+

Image
Foto de http://anakarinafotografia.blogspot.pt/2010/08/lomografia.html

Quando estive no Brasil (e pensando por breves momentos que era rica) adquiri uma Diana F+. Claro que eu, naba como sou, sem ter ido às aulas específicas, não sei trabalhar muito bem com uma das cameras fotográficas mais acessíveis e fáceis de existem por aí. O destaque é para o rolo, que pode promover vários e diferentes tipos de efeitos à imagem final e, claro, a algumas regras básicas de como conseguir uns tantos outros, a partir dos tipos de abertura e exposição à luz que a máquina exige. De resto, descomplicar é o lema. O facto de não ser digital, ajuda ao suspense (bom ou mau) na altura de estarmos a revelar as ditas fotografias. Eu, sabendo à partida que o primeiro rolo que tive (preto e branco, com validade expirada há muito, mas pelo menos, grátis), não tinha valia, apostei em comprar um a cores (6 euros), e tirar umas fotos por Lisboa no passado sábado. Veremos como ficam quando as revelar (10 euros a reve…

Finalmente vou mencionar o PepaGate!

Simples, simples, humildes almas que ainda têm a mínima vontade de lerem tão pouca ilustre gaija blogueira. A minha opinião é esta: face à luz dos recentes desenvolvimentos da política portuguesa - qualquer coisa como, 38 anos, desde 74/75, que sempre quisemos ser mais do que eramos. Ter tanto como os de fora, enfim, sermos cidadãos da Europa, coisa pela qual tanto lutamos. Hoje em dia, sonhamos com os iGadgets, que até dão um certo jeito, ir para o ginásio, ter umas roupas e sapatos bonitos e bons (e por tal entenda-se, um pouco dispendiosos), Não me choca que um dos "sonhos" (e por sonho entenda-se algo que eventualmente não aconteceu, mas que se queira acontecer um dia - ou nunca), da Miss Pepa, fosse, uma mala Chanel. Não lhe aponto o dedo. Sou capaz de gastar 65 euros numa mala Longchamp, da marca mesmo, comprada na loja da Av. Liberdade mesmo. Pronto. Já disse. Sonhos, quem não os tem? Concretizá-los, talvez seja um pouco mais difícil. Não me venham é com histórias de …

Sem qualquer interesse...

Temos um SNS (Serviço Nacional de Saúde) que nos fornece um documento a partir do qual, nós, cidadãos, podemos seguir um plano de alimentação saudável e pouco dispendiosa. Um guia para viver bem, no qual está escrito (a sério!) que meia hora de caminhada vigorosa por dia, faz muito efeito, podendo traduzir-se de casa para o trabalho, vice-versa, ou quando, no final do dia, realizamos pequenas compras na mercearia, ajudando à economia nacional e produtividade. Aposto como nesse guia, palavras como "bife do lombo" não entra. E também somos aconselhados (vivamente aconselhados!) a não termos sequer ideias de adoecer. Seríamos assim uma despesa para o Estado, caso fosse preciso ir ao Hospital, ou ao Centro de Saúde, e mais ainda, uma despesa desnecessária, uma vez que teríamos, certamente, feito de propósito, para ficarmos doentes. Vou tentar convencer os meus rins a deixarem-se de merdas e pararem de criar pedras e areias (eu é que sou geóloga, não eles!!) e já agora a minha ti…

Regressando às publicações desprovidas de importância#3

Image
Quando li este título pensei: "só podem estar a brincar comigo!" Pode ser apenas e só embirração minha - e quem me conhece sabe que sou de forma geral embirrante e com mau-feitio -, mas o que é certo, é que se que leio ou escuto coisas destas "... fulano de X e Y poderiam ter ido para fora de Portugal, mas não o fizeram, porque têm amor ao país e isso seria uma forma de desistirem do mesmo..." apetece-me esbofetear alguém. Gente rica, ou modelos, ou atrizes, ou cantores/ artistas vários, NÃO PODEM ENTRAR nas estatísticas de emigração recorrente em Portugal. Simplesmente, não podem (pelo menos os nomes que surgem nesta capa - não menosprezo as profissões, mas caras conhecidas, serão sempre caras conhecidas e só com muito azar ficarão sem rendimento algum). E quem faz estas declarações ou títulos bacocos de "ir para fora = desistir do país" merecia um tiro (vá um tirinho), porque quem escreve este tipo de coisas, são os primeiros que se ficarem sem o empreg…

Regressando às publicações desprovidas de importância #2

Então Pedro Passos Coelho anda a ler a biografia de Salazar - como continuamos a ser um país de parolos analfabetos e iletrados, que anseiam por D. Sebastião no nevoeiro de uma Lisboa desaparecida, achamos que alguém ler a biografia de Salazar o torna num déspota, tal como ler a biografia de Cunhal ou a a Internacional de Marx, um extremista de esquerda. Contudo, Pedro Passos Coelho é um bocadinho de déspota, com bisonte, independentemente de estar ou não a ler a biografia de Salazar. Duvido até que o moço tenha capacidade para perceber o livro em si. Ele deve ser mais do género das 50 sombras de Grey, mas versão masculina. Contudo, reconheço-lhe a fatalidade de padecer de um problema que eu presumo também sofrer.... bipolaridade. Sim, entretanto fez-se o Natal e o Ano Novo (com resoluções VOX POP de bradar aos céus), mas o que eu gostei mesmo foi das mensagens do senhor em questão. Passos Coelho aparece na TV como nosso Primeiro-Ministro... mas depois vai para o Facebook enquanto &qu…

Regressando às publicações desprovidas de importância...

... afinal o problema de hoje não é o facto de ir andar de saltos altos. Nãoooo... o problema é raramente ter trazido uma saia para o emprego e quando o faço é uma festa, pior do que se fosse famosa e tivesse sido apanhada a drogar-me na casa de banho. Portanto, quando eu fizer a combinação saltos altos + saia, vai ser uma confusão. E acreditem, estou BEM discreta.