Wednesday, September 18, 2013

Continuo a insistir que isto de haver segredos entre as comadres e os compadres não é boa política. Hoje, mais uma vez, constato que as pessoas adoram ter vidas duplas. E adoram terminar por vezes conversas com um "o melhor é não dizeres isto a ninguém". Há situações e situações e momentos para tudo. Aos que acham que eu sou um badalo, atentem que eu não sou. Mas sim, padeço do mal de, quando há duas fronteiras, quando no meio de uma guerra, há dois lados - eu, geralmente se não tiver nada a ver com isso-, dou-me exactamente "para esses dois lados". Torno-me bissexual se quiserem assim pensar. Nunca, mas nunca conto nada de segredos a outro alguém. Esse é o primeiro ponto. O segundo ponto é: se é uma coisa assim tão pessoal ou restrita a nível profissional, não a contem de todo. É melhor. Porque se algum dia eu quiser mencionar esse assunto, arrisco-me a ouvir um "não sei do que falas". E eu ainda não estou senil ao ponto de não saber o que foi ou não foi mencionado. Terceira coisa, se vierem com essas conversas, aviso que tudo o que é escrito via net, stays na net para sempre. Ou seja, há sempre uma forma de recuperar conversas "olvidadas".

No comments: