Monday, May 20, 2013

Sobre o Sexo e a Cidade

Num outro blog (O Amor é um lugar estranho) a autora admite nunca ter gostado da série, embora tivesse visto quase todas as temporadas, e que agora, passados anos sobre a mesma, continua a não se identificar com nenhuma das personagens nem com a promiscuidade que por ali se passava (pior só mesmo Anatomia de Grey até... à 8ª temporada, no mínimo). 
Eu era igual, mas devido à nossa diferença de idades, presumo que a Kitty seja um pouco mais velha que eu, acredito piamente que, de facto, uma rapariga de 14/15 anos que comece a ver uma série daquelas, até pode perceber o contexto, mas não compreende as piadas, e muito menos gostará de ver algumas cenas mais, fortes. Foi o meu caso. Nunca vi a série, embora todas as minhas colegas achassem que era o MÁXIMO - presumo que fosse a questão de estar na moda, mas eu nunca fui de rebanhos. O que eu sei é que da meia dúzia de episódios que terei visto durante a adolescência e início da maturidade, consegui aproximar-se da personagem Miranda (Cyntia Nixon). Agora a FoxLife lembrou-se de repor a série na íntegra, passando vários capítulos da saga por dia. Há dias, não contente, o Hollywood passou o 1º filme. Não é preciso muito para quem me ler perceber que, se antes não me identificava em nada, agora começo a gostar muito de ver aquilo. Obviamente que não tenho nem os sapatos, nem os vestidos, nem o estilo (um dia, um dia), que elas têm, mas caramba!, todas deveríamos ter um bocadinho de pelo menos uma das 4 personagens em nós. Ou então, mesmo muito de raspão. Claro, não vivemos em Nova Iorque e estamos a atravessar uma crise económica da porra, mas ainda assim, é uma série que nos faz sonhar com os vestidos e ver qual afinal a importância da amizade feminina, numa altura em que "the female are the deadlier of the species", até para nós mesmas. Continuo a gostar imenso da Miranda, achando que, no final do dia, ela é a mais equilibrada de todas. E também penso que, quem hoje tem 29-30 anos, deveria (re)começar a ver aquilo. Mas isso sou eu... 

1 comment:

Goldfish said...

Eu nunca gostei da série, mas como não tenho cabo também não vou revê-la! Mas por acaso acho que não tem nada a ver comigo, independentemente da idade... Parece-me uma realidade demasiado diferente da minha para eu me ligar, mas não pode ser só isso se Friends e Dharma & Greg são das minhas séries favoritas. Deve faltar-lhe palhaçada...