Saturday, December 01, 2012

Algo está muito errado no meu país...

Estive ontem (e finalmente) com amigos com quem já não me encontrava há anos. Sempre pensei que as lágrimas viriam por esse momento de união, de (quase) plenitude a que chegámos aos 29 anos. Estamos junto há uma década e passámos por muito, tanto bons, como maus (péssimos até) momentos. Afinal as pontadas no peito e a angústia apareceram de outro modo. É natural. Eu já devia estar até a contar com isso. Do meu antigo grupo, por agora, ainda estão cá todos. Daqui a 1 mês, honestamente já não sei. E algo está muito errado em Portugal que deixa aquele grupo de pessoas, às quais já se juntam uma Economista, uma Advogada e uma Jornalista, sair porque não há espaço para eles - há espaço, mas não para trabalharem e viverem. E quando eu vejo os meus amigos, a minha família a emigrar, desespero. A minha geração vai embora, A MINHA FAMÍLIA está a sair do país. Como querem que eu fique? Contente? Sim, somos de uma terra de aventureiros, uma terra de descobridores, uma terra de emigrantes. Mas.. e os que ficam? Não devem sentir a falta? Não podem ter saudades, nem dó? (Já perguntei isto antes, mas eu sei que é muito complicado responder - tanto para os que já lá estão, como para os que ainda cá estão).

No comments: