Posts

Showing posts from April, 2012

Crónicas de uma portuguesa a viver no interior do Brasil #2

... passado um mês e 5 dias, e depois de ver que quase todos escreveram algo pelo 25 de Abril, só me resta dizer, mediante a minha experiência nos últimos dias, que se me dessem a escolher, em termos de emprego eu diria: pego na empresa onde trabalho e a sede passaria a ser no Brasil. Reparei que enquanto eu cheguei cá toda preconceituosa e com medos, há quem chegue ainda a pensar que os brasileiros são um povo atrasado e que a capital do Império ainda fica no outro lado do Atlântico Norte. A sério que tentei confraternizar com alguns compatriotas, mas calharam-me aqueles que, nem sequer em Portugal, eu seria capaz de conviver. Tive azar, espero eu. A arrogância, o nariz empinado, aquela coisa do "se eles não perceberem o que nós dizemos, que se lixem!" não me caíram bem. Culminando com o (e lamento imenso dizer isto, mas ainda me sinto revoltada): "Estás a ficar muito "brasileira" para nosso gosto!". Revoltada e ofendida. Não porque me tivessem comparado…

Crónicas de uma portuguesa a viver no interior do Brasil #1

Image
Pedra da Gávea - Rio de Janeiro (Março 2012) Primeiro impacto: o calor. Se bem que já sabia ao que vinha, e saindo de Lisboa com algum frio, sempre pensei que o calor que iria sentir não seria desconfortável. Mentira. Primeiro impacto: o calor húmido, que faz com que tudo cole à pele, e nos ajuda a ter de beber litros e litros de água para recuperar a que foi perdida. Segundo impacto: o trânsito. Em hora de ponta, as estradas do Rio de Janeiro se enchem de carros. É cidade grande, importante, com não sei quantas outras em volta, onde trabalham imensas outras pessoas. Terceiro impacto: não sei bem se estão na mesma posição, mas parece-me bem que sim. A vistoria de bagagem no aeroporto. Não estava à espera que me acontecesse, mas fui parada para me revistarem uma das malas que levei. O detector de raios X viu qualquer coisa que nem eu, nem a moça que estava a proceder à investigação, vimos. Em igualdade, como referi, a quantidade de pessoas que estão no meio das vias-rápidas pedindo ou v…