Friday, October 28, 2011

Dizem as más línguas que a Catarina Furtado ganha 20 mil euros por mês, enquanto que eu ando a partir pedra com Gamma-Rays, Estratigrafia Sequencial e interpretação sísmica, em doses repartidas, claro, para ganhar por mês o que ela ganha por dia. Está certo!

2 comments:

Anita said...

Minha linda, se fores por aí vais ter de falar nos grunhos que dão chitos numa bola (quando dão) e ganham mais, nos "politicos" que roubam e...ganham mais, nos actores de Hollywood que apenas representam e...ganham mais, nos traficantes de droga que, guess what? ganham mais e até nas acompanhantes de luxo que, com jeitinho, também ganham mais.
Olha que daqui a nada, se continuarmos, concluimos que a gaja ainda é explorada loool

Clau said...

Enganei-me: afinal é 30 000/mês. E não me choca que as prostitutas, actores (sim, só esses, porque em Portugal, continua a não ser considerado sequer profissão e muitos nem ganham), traficantes, ganhem bem. Afinal é trabalho deles, suor deles, o que quiserem chamar. Não admito salários chorudos a futebolistas quando outros atletas de alta competição têm problemas de patrocínios, de apoio ao treino... e não admito salários chorudos na RTP e passo-te a explicar a diferença simples entre uns e outros. Quem lhes paga o salário és tu e eu... e todos os outros contribuintes. O salário da RTP é pago pelos contribuintes, porque aquilo é do Estado...(e quando a minha mãe trabalhava na RDP- a rádio na altura, era do sector privado e não tinha, por comparação qq regalia com os meninos e meninas da TV)... tem a sua piada. Por isso, ainda para mais porque não reconheço na Catarina qualquer valor para que ela seja quem é e ganhe o que ganhe (foi aluna da minha mãe no CENJOR e era para esquecer), não aceito que ela, que ainda por cima, comparando com outras/os trabalha pouco, receba por mês 30000 euros. Estamos a brincar??? Numa altura em que o país está? Sem salários, com reformas a serem cortadas e estarem as pessoas a pagarem para estas "princesinhas"??? Princesa és tu e eu porra!!! Trabalhamos e temos problemas e contas por pagar e não temos o apelido do papá e mamã para nos apoiar o rabo em caso de queda!