Sunday, July 10, 2011

Chamem-me o que quiserem...

De convencida, de falsa, de armada aos cucos, de "tem a mania que", de tudo mesmo, mas por favor, NUNCA mas NUNCA, me digam directa ou indirectamente, por frases subtis ou citações tiradas do Wikipédia, que eu sou burra, que eu não sou inteligente. NUNCA JAMAIS me MANDEM estudar dentro daquele contexto de "oh querida, vai mas é estudar, que tu não sabes nada!". A sério, admito que me façam críticas construtivas, que debatam comigo o que eu escrevo, digo, faço, mas não o coloquem como se fossem vocês os senhores da Verdade, que têm o Dom da Palavra e a Razão de tudo o que acontece ao cimo desta terra que um dia nos vai comer. Não há nada que me deixe mais triste, magoada mesmo, senão ouvir pessoas que, simplesmente, não me conhecem de lado algum, fazerem juízos de valor sobre os meus conhecimentos e sabedoria, tal como fico grata, embora saiba que é mentira, aos que, me conhecendo ainda pouco me tratam como sua igual, embora sejam milhões de vezes mais sábios do que eu. Mas agora fiquem a saber que sim, TENHO UMA CULTURA GERAL ACIMA DA MÉDIA E SIM SOU INTELIGENTE. Só mesmo para evitar problemas futuros.

1 comment:

Gux said...

roftl. Infelizmente a contraçao de Lorentz não se aplica unicamente ao espaço, mas também à realidade. Tenho observado esse comportamento especialmente em individuos que se atarefam acima da sua capacidade de processamento... Quanto menos cuidada é a analise, mais provável é que diste muito da realidade. Felizmente tens a capacidade de distinguir a percepçao do outro, da coisa que ele percepciona :P ;)

Não vale a pena guardar a idiotice dos outros, pesa e atrasa-nos. Salta-lhe por cima e continua. =)