Thursday, November 04, 2010

Lendo pedaços de mim no diário e no blog da fase em que estava a viver numa nuvem cor de rosa, ou seja, estava irremediavelmente apaixonada, é que fico realmente a perceber o efeito de transe em que uma pessoa fica nesse momento da vida. Obviamente que essa paixão toda acaba por se tornar numa coisa mais calma, mais limpa e menos nebulosa e turbulenta, mas giro, giro é vermos à distância como é que as situações se modificam após uma tomada de decisão ou após uma conversa franca e esclarecedora dos sentimentos. Não serei hipócrita dizendo que "ah e tal, acho uma baboseira o amor (...), parecemos todos parvos...", porque sim, parecemos e pior ainda, actuamos de forma um bocado alucinada de forma igual, portanto nunca irei dizer que não acredito, não tenho fé, em paixões eternas. Tenho e acredito. Vivi uma e atravessei duas. Creio cada vez mais que de cada uma das vezes se intensificou a certeza daquilo que pretendo de um Homem e de um Companheiro. Não posso de forma alguma é afirmar que o irei conhecer em breve ou nunca, porque isso não sei. A única coisa que posso aqui escrever é que estava errada em pensar que se o "destino não quer imensas coisas, porque razão eu continuo a insistir", como se fosse uma forma de desistência ou de resignação. Pelo contrário. Se as coisas não acontecerem como nós sonhávamos ou desejávamos, sem dúvidas que outras tantas se proporcionaram em virtude dessas decisões que mudam as nossas vidas. E, devo confessar, que em poucos meses, acabei por ganhar mais do que aquilo que pensei ter perdido, porque na realidade isso nem sequer aconteceu. Ganhei "amigos" novos, ganhei coragem, e acima de tudo, ganhei ainda mais auto-estima e certezas do que quero na minha vida. E o Amor é uma dessas certezas, simplesmente vou deixar andar até que me volte a aparecer em frente. Por agora vou curtindo a Vida, que me parece ser uma coisa, por agora, bem mais gira de se fazer!

1 comment:

Ana Clara said...

APROVADO! Ou melhor, aprovadíssimo!!! :)
Parece que hoje estamos em sintonia sentimental!
Para além de ser uma eterna love believer, vou acrescentar uma quote (já muito conhecida)ao teu post : Yes we CAN!!! (and we will ;))