Posts

Showing posts from November, 2010

Mulheres actuais, Divas nos Anos 40

Image
Sendo que é bem verdade que a maioria das produções fotográficas nacionais ou internacionais, levam quilos de tratamento de imagem em cima, não deixa de ser menos verdade que "ainda bem que assim o é", senão, de outro modo, eu garanto que este livro de Mário Galiano (fotógrafo nacional a completar 20 anos de carreira) seria uma desilusão. Não que as convidadas sejam feias, nada disso... mas existia um brilho próprio nas mulheres dos anos 20, 30, 40, que as de hoje simplesmente não têm. Somos um bocadinho, vá, temos de ser honestas, ordinárias (no sentido de simples, pouco extravagantes ou originais), muito sem-sal (à excepção daquela imagem um pouco mais abaixo), daí que, é essencial nestas mega-produções haver um toque de Midas, otherwise, we're doomed! Exemplos que não necessitam muito de retoques: Ana Carvalho (Directora da SIC Mulher e Margarida Rebelo Pinto).
"Não poder mais beijar-te seria declarar inúteis os meus lábios" Daniel Catalão Palavras para quê?

Está oficialmente frio... em TODO o lado..

Image
Méééééé! in: Sapo Fotos

As mudanças de uma vida

Quando comecei a praticar terapia alternativa em Maio passado, duas coisas eram ponto assente na minha vida. A primeira tinha a ver com o facto da pessoa por quem eu nutria afectos, objecto do meu sentimento mais ou menos profundo, nunca vir a saber o que eu sentia ou pensava sobre ela, para não haver o medo da negação/rejeição e, eventualmente ou consequentemente um afastamento muitas vezes associado entre nós. A segunda prendia-se com o facto de eu ter sempre tido como grupo de amigos, rapazes (agora homens) e, não me dar bem com raparigas (agora mulheres) e achar que isso era normal e deveria ser norma para todos os casos. Afinal as mulheres são umas galinhas, invejosas umas para as outras, más, mentirosas e pior que isso cínicas, dizendo uma coisa pela frente e fazendo exactamente o oposto por trás. (A minha opinião sobre o mulherio não se modificou, mas a minha forma de nos ver e de estar entre mulheres, sem dúvida que se alterou). Basicamente estes dois pressupostos base daquilo…

Novela da TVI ganha Emmy!

Será supostamente um orgulho ganhar um Emmy (prémios norte-americanos de TV mundial), mas hoje as críticas que leio em relação a uma das suas protagonistas (Rita Pereira que encarnava a personagem "Mel") deixam-me profundamente irritada ao ponto de me atirar para o ar. Quando me dizem que a rapariga não tem talento, não é inteligente, só tem mamas e rabo (e quem escreveu isto era maioritariamente do género feminino em maioria de idade) porque aparece a falar para um programa (imagine-se que até é de beleza e trapos dos EUA) onde é mencionado o seu mega-decote, é coisa para em ficar com cara de ?. Ahhh e quando têm a desculpa na ponta da língua do "realmente ela não tinha mais nada para dizer senão falar do seu corpo e do vestido, quando Portugal atravessa uma grave crise" mas what a fuck? Então estamos ali acabadinhos de ganhar um prémio, bom, para o país e para a indústria televisiva e queriam que nós antes, durante e após o descurso, na realidade, falássemos sobr…
Pronto... não custa nada (é que a mim não custa mesmo) fazer uma apresentação, ou, neste caso, dar uma aula de Geologia Sedimentar a alunos de Engenharia Geológica. O meu receio pendia-se todo com eles ficarem agradados ou não, adormecerem ou não (eu sei que adormeceria porque, já me aconteceu por inúmeras vezes), gostarem ou não, participarem ou não. Foram participativos, compreenderam as coisas minimamente bem (embora para eles um calcário ou um arenito continuem a ser rochas para arrasar), não adormeceram. Foi fixe e agora tenho sono, como seria de prever.

Amanha, 23 Setembro, 09.00 Sala I5, Pav. Minas --- o TERROR! LOL!!!

Image

Esta menina tem pouco mais que a minha idade...

Image
... e tirou esta fotografia há milhões de anos atrás. Pensem o que quiserem de mim, mas esta menina tem tudo para poder ser comparada com qualquer uma actriz de Hollywood dos anos 40, daquelas que realmente eram Belas e não aqueles cacos que hoje em dia achamos que são bonitas, embora pesem apenas 30 kilos. Não me perguntem o seu nome, nunca na vida, JAMÉ, vos revelaria, mas homens de Portugal, abram os olhos!!!

E sim senhora, quando merecem eu digo a verdade...

Image
Embora os jogadores fossem os mesmos (incluindo aqueles que antigamente, no tempo do outro senhor, nem sequer chegavam a pôr os pés no relvado), a equipa que ontem jogou contra a mesma Espanha de há uns meses, não parecia a mesma. Todos perguntavam após o "escândalo" que foi golear o país vizinho (detentor do título Mundial de futebol), por 4(5)-0, qual tinha sido o ingrediente secreto (ora, ketchup, para as memórias mais fracas) ou qual o segredo. O segredo é simples, o segredo é, todos, menos o Queiroz.. Mas sinceramente ontem, se eu fosse um dos grandes que ontem se defrontaram de igual para igual, sem medos, de peito aberto, teria respondido em tom de brincadeira e alguma ironia ao mesmo tempo: "O segredo?? Perguntem ao Paulo Bento!". Foi bonito e um bocado arrepiante de se ver também. Eu gostei e até tive alguma pena de não haver um golo de Espanha, que também jogou bem, campo aberto, para equilibrar a coisa. Mas o resultado é afinal de contas apenas e só para…

E quer-me bem parecer que...

Image
Mediatismo até e durante o casamento vai haver (e muito!). Duvido é que façam da vida do casal num autêntico Inferno, como foi a vida dos pais dele. E que sejam mais Felizes também. Têm todas as condições para isso e namoram há tempo suficiente para saberem o que podem esperar um do outro. Gosto do facto do anel de noivado ser o da Princesa Diana. Achei um gesto muito bonito.. e realmente, é, tal como William revela, uma forma da mãe estar presente num momento tão especial. Ela, Diana, que adorava os filhos...

Facebook Cartoon Chain (14 a 20 Novembro)

Image
Realmente concordo com todos aqueles que acharam a ideia estúpida, desprovida de sentido e sem qualquer objectivo em concreto. Mas ontem à noite (começando durante o dia e com impacto brutal pela madrugada) foi ver 200 contactos do Facebook a mudarem a sua imagem de perfil, trocando-a por personagens de desenhos animados, para "recordar momentos da infância". As correntes são, geralmente, uma treta e, raramente, ou sendo honesta, NUNCA, me meti nisso. Ontem não foi excepção. Para quem sabe qual é o meu perfil no FB, também sabe que durante grande parte do ano a minha imagem de marca é um boneco qualquer, fofo, querido e, não estranhamente, amalucado. Ontem não foi então surpresa quando passei a ser o Monstro das Bolachas... para ser um cartoon, seria a Ariel (a Pequena Sereia) até ter percebido que a Ariel se vestia como se veste a Lady Gaga, o que não me pareceu muito bonito.

Não se aflijam...

Em poucas palavras: reencontrei-me com certas pessoas, defini-me com outras (começo cada vez mais a perceber a presença de algumas Luzes na minha vida), fiquei constipada, já estou melhor, percebo muito mais de interpretação sísmica do que antes e soube que a partir de Janeiro o meu part-time da PT irá para os porquinhos. Estou imensamente animada e quero ver se este fim de semana durmo alguma coisa de jeito, que isto de andar não sei quantos dias a expelir os pulmões noite e madrugada fora não é agradável.
Lendo pedaços de mim no diário e no blog da fase em que estava a viver numa nuvem cor de rosa, ou seja, estava irremediavelmente apaixonada, é que fico realmente a perceber o efeito de transe em que uma pessoa fica nesse momento da vida. Obviamente que essa paixão toda acaba por se tornar numa coisa mais calma, mais limpa e menos nebulosa e turbulenta, mas giro, giro é vermos à distância como é que as situações se modificam após uma tomada de decisão ou após uma conversa franca e esclarecedora dos sentimentos. Não serei hipócrita dizendo que "ah e tal, acho uma baboseira o amor (...), parecemos todos parvos...", porque sim, parecemos e pior ainda, actuamos de forma um bocado alucinada de forma igual, portanto nunca irei dizer que não acredito, não tenho fé, em paixões eternas. Tenho e acredito. Vivi uma e atravessei duas. Creio cada vez mais que de cada uma das vezes se intensificou a certeza daquilo que pretendo de um Homem e de um Companheiro. Não posso de forma alguma é a…
Image
3 dias.. 3 míseros dias que podiam ter sido passados de uma forma completamente diferente. Não é que não tenha feito o essencial. Cozinhei, limpei, até fui à rua comprar umas verduras. Mas não li, não ouvi música, não vi nenhum filme que gostasse, não pintei (presumo que não é agora que o vá fazer), e hoje, feriado, estive a trabalhar, que, de certa forma, é uma maneira de estar distraída e entretida. Logs, carotes, profundidades, estratigrafia. Uma pena estar constipada. Se calhar as noites poderiam ter sido melhor dormidas, sem tosse, nem faltas de ar devido ao nariz entupido. Em contrapartida fiz algo que para as mulheres no geral, tem o seu Q de interesse: alterei a disposição de roupa no meu roupeiro. Verão para as catacumbas, Inverno para a frente; sim porque acho que isto já não tem volta a dar e o Inverno está mesmo a dizer Olá atrás de uma porta qualquer, o filho da mãe. Sonho com saudade o dia em que estive na Praia Grande, a comer caracóis, apanhando sol na tez que este ano …