Continuo com a pedra no sapato (ou bota)

"Povo eleito" em quê?

Comments

Goldfish said…
Não percebi... estás a falar dos judeus?
Clau said…
xim....
Goldfish said…
Está claramente a faltar-me contexto, mas mesmo assim posso afirmar com toda a certeza: povo eleito do Júlio de Matos, e, e! Não compreendo que se use a Bíblia (ou a Torah, para o caso é indiferente) como justificação, como se fosse um livro de História. É apenas um livro de estórias...
Clau said…
;-) O contexto não interessa (porque é sempre o mesmo a bate-se sempre na mesma tecla) e isso do Julio de Matos resume a minha ideia também. Bom.. na minha opinião é um livro Histórico, mas somente isso. A religiosidade é que é ficção.

Popular posts from this blog

Como se tornarem numa real bestinha? Perguntem a Gustavo Santos.

Influencer ou being Influenced?