Posts

Showing posts from February, 2009

Festa de Abertura do Deseo

Comunicado especial à navegação: não é necessária a apresentação de convite ou flyer. Basta na realidade, APARECEREM! HOJE E AMANHA, DESEO BAR EM SANTOS!

O estranho caso de choro compulsivo no cinema

Image
Raras foram as vezes que tal me aconteceu. Talvez em City of Angels, ou em Forrest Gump. Mas de resto, apenas breves ameaças, nada como o que aconteceu hoje (e nas alturas mencionadas anteriormente). Talvez as outras fossem por falta de maturidade mental para lidar com algumas situações, afinal seria uns bons anos mais nova. Mas ver agora o Estranho Caso de Benjamim Button, levou-me à beira do colapso nervoso. Não digo isto em tom de brincadeira ou em sentido perjurativo, apenas porque é uma lindíssima história não só de amor, mas acima de tudo amor à Vida. O que faríamos se nascessemos velhos e envelhecessemos para novos, até que a nossa morte acabasse por ser um fechar de olhos como se estivéssemos a prestes a adormecer, mas para sempre? Será que não seria mais fácil? Por aquilo que vi esta tarde (e que em nada se assemelha ao conto de F.Scott Fitzegerald), só pioraria as coisas. Termos a noção da realidade backwards deve ser uma sensação horrível. Caminharmos para o auge da juventu…

Festa de Abertura do Deseo Bar (Santos)

Amigos e amigas que passam por aqui de vez em quando, mesmo que não deixem o vosso registo escrito, aproveito este espaço para informar que esta sexta-feira (dia 27) e sábado (dia 28) será a Festa de Abertura (oficial) do Deseo Bar no Largo de Santos, mesmo ao lado do Estado Líquido. E porquê dois dias? Porque na sexta irá ser promovido via "tia" Maya e sus muchachos para revistas cor-de-rosa e revistas sobre a night lisboeta e sábado, será para os restantes mortais, ou para aqueles que não tenham a paciência (como eu) de se juntar ao maralhau da noite anterior; será obviamente uma noite mais calma (mas não menos divertida) e íntima, para amigos e familiares! Apareçam se faz favor! PS- Vou tentar enviar alguns flyers assim que me aparecerem. =)

Pedro Tochas vai para o Dubai (desgraçado!), mas depois volta (toma que é para te lixares!)

Image
13 de Março V.N. FAMALICÃO Casa das Artes de V.N. Famalicão Work in progress 14 de Março ESTARREJA Cine-Teatro de Estarreja Pedro Tochas - Já tenho idade para ter juízo 15 de Março LAMEGO Teatro Ribeiro Conceição O Palhaço Escultor 22 de Março MOURA Cine-teatro Caridade O Palhaço Escultor LAGOA Auditório Municipal de Lagoa Três dias, três espectáculos diferentes 27 de Março Pedro Tochas - Já tenho idade para ter juízo 28 de Março Work in progress 29 de Março O Palhaço Escultor

Que palavras querem escrever no céu de Lisboa?

Uma palavra para escrever no céu? Uma palavra para flutuar sobre a cidade de Lisboa? Vá pensando na sua. Na festa do 1º aniversário da Escrever Escrever vamos dar forma a essa ideia. Um exercício de escrita criativa em plena praça. E depois prepare-se para assistir a uma largada de balões. Estão todos convidados: alunos e ex-alunos, vizinhos e transeuntes, formadores e “desformadores”, amigos e desconhecidos! Sábado, dia 28 de Fevereiro às 15h30 Em plena Praça Luís de Camões, no Chiado

K Galeria até 28 de Fevereiro- Fogo Frio

Image
Silêncio Não há um intruso nas fotografias do Duarte. Ele vê como se ninguém estivesse a ver aquilo. Então é assim que as coisas são quando estão sozinhas. No Vulcão dos Capelinhos as coisas estão antes de nós. O mar abriu um buraco negro e de repente coincidimos com uma paisagem que ainda não sabe da nossa existência. Dorsos altos com encostas cobertas de minerais, ocres, brancos, vermelhos, azuis. Ao meio-dia, cega, de tanto brilho. Todos os dias o vento leva a sua parte. Nenhuma pergunta, nenhuma resposta. O lugar não fala e vai desaparecer. Então é assim que as coisas são quando estamos sozinhos. Alexandra Lucas Coelho Faixa de Gaza, 31 de Janeiro de 2009 Na perspectiva de um jornalista, é assim que as imagens de Duarte Belo são descritas; na perspectiva de um geólogo, não podiam ser mais idênticas. Aconselho a ver a (pequena) exposição na Rua da Vinha (ao Bairro Alto), sobre o vulcão, mas, principalmente em relação à visão que nós, enquanto humanos, temos sobre ele. As cores, as f…

Este foi o grande momento do dia (Wrong- Depeche Mode)

A maior Dupla desilusão de sempre ou resta-nos Espanha

Sim, que seja Penelope Cruz a trazer-nos o Oscar. Lei da Proximidade amigos, Lei da Proximidade.

The Hugh Jackman Show ou a Maior desilusão de sempre.

Fiquei agora bem desperta. O Sean Penn ganhou? Calma, alguma coisa está errada. Por breves instantes pensei logo a seguir que iria ouvir o nome de Meryl Streep. Felizmente tal não aconteceu. Mas what a fuck aconteceu por Los Angeles na nossa madrugada? Nem o Rourke, e, está confirmado o ódio a Brad Pitt (e olhem que a beleza dele está a ir para o cano de esgoto- parece-se mesmo com a versão envelhecida de Benjamim Button). Danny Boyle tornou-se melhor realizador, sim, pode ser, depois de Trainspotting e A Praia, acho que merece por Slumdog, que na realidade também venceu por melhor filme. A India é um país pobre, sim senhora, mas a película não é sobre isso... portanto lamento desanpontar alguns dos (poucos e maus) críticos nacionais. Além disso, segundo consta, os próprios indianos não gostaram da longa-metragem. Mas realmente o osso que não passa na garganta chama-se Brad Pitt. Vivam os gays!

Oscares 2008 ou Hugh Jackman Show

Até agora, nada de novo. Na noite que se presume ser a mais longa do ano, não foram até agora levantadas quaisquer dúvidas sobre quem vai ganhar o quê. Pessoalmente tenho pena se Brad Pitt não ganhar o prémio para melhor actor, mas com certeza que o mesmo irá para o renascido das cinzas, qual Fénix, de nome Mickey Rourke. Ninguém gosta do senhor, mas que fez igualmente uma grande interpretação, lá isso fez. Escrevo este texto, que é publicado posteriormente (porque não há rede sem fios cá na mansão), durante um dos muitos intervalos que se adivinham nesta edição dos Óscares. Uma nota apenas, em comparação com os prémios do ano passado, aliás, em comparação com qualquer uma das últimas edições, esta será provavelmente única. Bom, todas são únicas, mas basta ter tido a introdução que teve, com um Hugh Jackman a cantar, dançar, fazer uma perna de stand-up e interpretar, para merecer uma atenção especial. Depois, todo o cenário é completamente contra a crise; aliás, bem que se dizia que a…
Deixando a poeira assentar para falar de variados assuntos. A começar por esta história miserável do Carnaval, passando pelo assalto a um dos laboratórios do Departamento de Geologia (da minha faculdade e sim, o meu departamento), pelo facto da FCT não ter fundos para pagar as bolsas BII que tinham pedido às faculdades para inventarem, e ainda, pelo bottom a que o país está a aproximar-se (e eu que pensava que não podíamos chegar mais longe), entre outros impropérios, como a anormalidade que é a homossexualidade (nunca mais chego a ter uma chalet na Suisse!).
Image
Tejo

Na Austrália...

Image
...o Inferno subiu à Terra. Ontem vi as notícias das 13.00 e fiquei em estado de choque. Ultimamente são muitas as notícias que me têm deixado assim, e já ontem tudo apontava para que a situação na Austrália fosse piorar. E piorou. Nunca pensei ouvir dizer que dezenas de pessoas morressem literalmente cozidas dentro das suas piscinas, porque o calor em redor era tão elevado que as águas entrassem em ebulição. Nunca pensei ver tanta gente a perder as suas casas e os seus bens em poucos segundos, como se um vulcão tivesse entrado em erupção e toda a lava extruída engolisse tudo em frente. É pior que qualquer outra coisa, é pior que o frio, é pior que a chuva que nos anda a perseguir há semanas, o fogo é um bicho mau, que nunca tem fim, nunca pára e cansa. Sim, o fogo cansa, o fogo tem essa enorme capacidade para cansar as pessoas, para impedir que elas lutem mais contra ele, como se fosse O Demónio na Terra, como se fosse mais forte do que os humanos. Se fosse comigo, se eu estivesse na…

O efeito Twitter- parte II

Image
Isto aconteceu ontem à tarde, Domingo, 8 de Fevereiro de 2009, durante os noticiários de Alberta Marques Fernandes. Foi bom para quebrar o tédio e fazer-nos sorrir um pouco. in: http://caoepulgas.blogspot.com/2009/02/joelysandra-o-twitterheroi.html , "Uns dirão que são pessoas sem muito que fazer, outros apreciaram com grande gosto um pequeno momento histórico na utilização do Twitter em Portugal. Chamem-lhe infantil, se quiserem, mas suponho que tenha sido a primeira vez que o Twitter fez com que um grupo alargadíssimo de pessoas pudesse seguir uma historieta que começou num fait divers e que terminou em apoteose interactiva nos ecrãs da RTPN...Ao início da tarde hoje e via Twitter, eu ( geograficamente no Rosário) discutia as vantagens e desvantagens de beber Ginja "com ou sem elas" com o Vasco Casquilho (Miraflores). O Vasco acabara de me dizer que tinha de ir comer e que iria ao Kentucky Fried Chicken. Recordando-me de uma conversa anterior, censurei-lhe a escolha, l…
Porque há dias em que nada nos corre bem, porque são fases horrorosas pelas quais passamos, porque sofro por mim e pelos outros em meu redor, porque sei que não há quase nada que se possa fazer, porque me custa muito lutar contra a maré, porque não quero ser humilhada nem escutar NÃO, porque não sei como me sentir melhor, porque acho que isto tudo é um absurdo, porque penso que estamos a chegar ao fim, porque tenho saudades tuas, porque não te conheço bem, porque quero estar sozinha, porque não quero estar sozinha, porque quero ver o mar, porque quero ser uma partícula de água no oceano, porque.. sei lá por que.

O efeito Twitter

Acabou-se o messenger e o facebook.. Agora o que está a dar é uma espécie de micro-blog onde só podemos escrever 140 caracteres de cada vez. O bom? Interagirmos com muitas pessoas ao mesmo tempo. O mau? É preciso ter cuidado com aquilo que se escreve porque a rede é alargada aos conhecidos dos conhecidos (isto é, followers), e nunca se sabe quem pode ler os nossos pensamentos momentâneos. Perde-se imenso tempo, e pouco ou nada se aprende, ou seja, é viciante. Bem bom para quem está finalmente num processo de relaxamento pós-exames. Eu sou a Marlinda1. Quem quiser me seguir, esteja à vontade, não prometo o contrário e posso bloquear sem pedir desculpa (estou numa fase Fernanda Câncio). Twitter é a loucura, mas é muito giro. Obrigada a AB da RTP N pela dica. Ele é o culpado da minha nova aquisição virtual.
Image
25 anos e o que deixei para trás? NADA!

Sim, é verdade...

Ele morreu. Sim, ele morreu, ele já não existe humanamente, nem mortalmente, ele já não existe sob a forma de um corpo físico sequer. Ainda hoje acordo e são muitas vezes ao longo do dia em que tenho de reflectir para me apereceber do que realmente aconteceu. Mas não consigo... Não tarda já passou um mês e a unica coisa com a qual pude contar e entender é que isto não é nada.. isto, isto a que se chama de vida, não é nada, não é nada se não deixarmos algo que faça os outros se lembrarem de nós e ele fez. Ele fez e eu não o conheci como devia, e eu não me aproximei quando pude e não falei com ele enquanto ele cá estava. Agora não posso fazer nada. E sinto-me simples e honestamente triste. A unica moral que ele me deu com a sua partida precoce, com a quebra inegável do seu corpo em relação à doença (essa puta), foi a de que tenho de ligar mais aos que por cá ficam, tenho que cultivar as amizades e os amores, ou então que me enfie num buraco fundo, reles e escuro onde não possa ver e con…