Wednesday, October 07, 2009

Já vos terei dito, por certo, que odeio o Outono. Ou melhor, não odeio, para mim é aliás a altura do ano em que acho que o mesmo se inicia, sendo que as férias de Verão são as mais compridas e as que melhor serão aproveitadas. Depois, os regressos ao trabalho e às escolas ocorrem por esta altura, logo, "início do ano". O que quero dizer é que detesto o que ele evoca: o regresso do mau tempo, o limiar com o Inverno. Detesto mesmo estes dias de chuva e imensa humidade, em que não faz frio, mas também não está calor, onde uma espécie de bafo quente e húmido nos deixa a pele pegajosa e o cabelo numa autêntica merdice. Para não falar naquilo que imensa gente insiste que não existe, que é a astenia. Meus caros, eu sou preguiçosa por natureza, mas que algo não tem batido certo comigo nos últimos dias, lá isso não tem. Garanto-vos que não é normal eu dormir bem e muito durante a noite e passar o dia todo com sono à mesma, não ter posição para estar e andar constantemente cansada. Tenho-me alimentado bem e, apesar de muitas preocupações, como digo, durmo bem. Este fim-de-semana estive em Mafra/Ericeira. Garanto-vos: não fosse ser por pouco tempo, iria prolongar-me até à praia e tomar uma banhoca, porque só me apetece estar a laurear a pevide nesse sentido. Tenho imensa roupa que não consigo escolher o que vestir, porque transpiro que nem uma doida assim que ando 3 metros, e não tenho vontade para fazer nada, ou para fazer muito. Literalmente pareço um urso (ou qualquer outro animal) que exige uma hibernação durante 6 meses. Ou seja, lá para Fevereiro voltem a acordar-me, no mínimo.

No comments: