Monday, October 12, 2009

Antes de começar a trabalhar novamente, uma ou duas palavrinhas sobre umas coisas que nos entretantos ocorreram: MMS teve 2.04% em termos partidários em Queluz, mas os 211 votos não foram suficientes para nenhum mandato. A razão prender-se-á, porventura, com a insuficiência de eleitores às urnas durante o dia de ontem, como se poderá dever ao facto do antigo/actual/novo Presidente da Junta eleito pelo PS estar a distribuir cumprimentos, abraços e beijinhos em pleno local e hora de voto, como também poderá ter sido pelo facto dos nossos cartazes/posters terem sido arrancados violentamente, com a mesma rapidez com que foram colados (o que aos colegas, deu imenso trabalho, e na sua maioria este investimento não contou com o subsídio que o partido nos deu); como podem ver então, muitos são os factores que podem estar na origem de um péssimo resultado eleitoral. Sim, temos consciência que mudar a mentalidade de uma população envelhecida é extremamente difícil, principalmente se esta mesma população concorda com a política exercida pelos socialistas e temos também a noção que os eleitores mais jovens i.e, os que têm a nossa idade (entre os 20 e os 28 anos), não estão minimamente interessados na política que se faz, nem no seu país, quanto mais na sua freguesia. Tenho/ temos realmente pena que assim seja, principalmente quando a campanha foi bem conseguida, os objectivos bem explorados e explicados, quando o trabalho da equipa ultrapassou o que seria de esperar para um grupo jovem e novo nestas andanças. O resultado disto é que muitos agora querem desistir, principalmente depois de terem experimentado o que é a "máfia" partidária, depois de conhecerem os chamados "podres" da nossa junta, de como dinheiro é entregue aos eleitores mais conhecidos e antigos da nossa população numa forma de comprar votos. Daqui a 4 anos logo se verá qual será o ponto da situação, mas por agora fica uma derrota amarga, em que o bom resultado partidário não me dá qualquer satisfação.

No comments: