Friday, August 21, 2009

Mudar para Melhor- Movimento MMS Queluz

Às vezes basta estar ausente do local onde moramos para compreendermos coisas simples e básicas. Para podermos ver o que é tão flagrante e que está mesmo em frente aos nossos olhos, ao nosso nariz, ao nosso umbigo. Estive esta ultima semana fora, numa cidade de província da região Oeste do nosso país, a poucos Km de Queluz, de Sintra, ou se preferirem, da grande cidade que é Lisboa. Não foi preciso muito para entender que a cidade de província, só é assim considerada porque se encontra envolta de uma (certa) ainda área de arvoredo que, mais tarde ou mais cedo, como em todas as outras grandes cidade outrora de província, será derrubada, dando origem a mais prédios, mais estacionamento, mas, com uma diferença substancial em relação a Queluz: com mais qualidade de vida. É preciso pensar em reorganizar o território, em aceitar a construção após o estudo correcto de empreiteiros e arquitectos que estabeleçam uma ideia concreta para determinado local e qual será o plano de construção. Terá ou não espaços verdes e espaços publicos, locais de lazer e de convívio aos seus habitantes e vizinhos e principalmente, se estará em consonância com o espaço/ambiente em redor. Não se pode construir só por construir, tem-se, deve-se construir sim, com peso e medida, com vontade de estabelecer ligação entre o util e o agradável, elaborando pontes entre a população e o ambiente, sem danificar o segundo, para bem-estar do primeiro. Por outro lado, vi também um comércio inovador, com lojas abertas até aos fins de semana, o chamado comércio local. Para além de um centro comercial, (que Queluz nunca consegue ter por arrendamentos de lojas/espaços comerciais extremamente elevados para os comerciantes), existem várias galerias, cafés, lojas de rua, onde qualquer pessoa pode fazer as suas compras sem ser necessário recorrer a Lisboa ou a outra localidade. Como queremos que Queluz seja mais que o "simples dormitório" que é? É preciso acima de tudo, VIDA! De Mudança... de Novas caras e novas competências. De não existir medo pelos assaltos, logo, de mais e melhor segurança (não podemos permitir apenas 1!! carro patrulha para a nossa cidade!), de comércio novo, de novos incentivos à população em fixarem-se nesta cidade que pode melhorar. É preciso querer e nós, que nos candidatamos à Junta, temos esse propósito. Mais que o sonho e a inexperiência que para muitos de vós, mais velhos e sábios, com certeza, nos acusam de ter, temos a vontade. Vontade que não vejo em mais ninguém, ou só vejo na época de campanhas e eleições e não posso admitir pois, para mim, é um acto de cinismo, não só para com os partidos que apoiam essas pessoas, mas acima de tudo, para as populações que de 4 em 4 anos são defraudadas. É preciso Mudar... Mudar para Melhor...

1 comment:

Clube dos Pensadores said...

Amiga envie-me para o meu e-mail jota.jota@sapo.pt os seus contactos para particpar num programa de rádio na blogosfera

Abraços

JJ