Posts

Showing posts from November, 2008
Poderia falar sobre imensas coisas... mas na realidade, estar estes dias em casa, alheada de muitas coisas que se passam lá fora, na minha vida social e académica permitem-me dizer que nada de vital se passou de forma a ser digno de registo. Estou na fase de hibernação, astenia de Outono que se tende a arrastar pelo Inverno que se apresentou em força, este ano, cedo demais, com todas as suas qualidades e defeitos. A unica coisa que me chamou a atenção foi o facto de estarmos a ter nevões como há já alguns anos não se viam, e andarmos a tiritar de frio, como há já algum tempo, não se sentia também. Falo por mim. Há um ano atrás, ainda andava eu de t-shirt, praticamente e não sentia frio; agora é ver-me enfiada em montes de camisolas e com dois pares de meias+collants de lã- Não resulta! Contudo, é nestas alturas, principalmente com feriados e tal, que apetece ainda mais ficar em casa (a não ser que seja imperioso ir para um centro comercial qualquer- Colombo, Colombo, Colombo, Allegro …
A wish for something more (Amy MacDonald) Oh the sun is shining far too bright For it to still be night Oh the air feels so cold so cold and old How can it be light Oh lets take a walk outside See the world through each other’s eyes I wish I was your only one I think you’re beautiful but your hair is a mess and your shoes are untied, but that's what I love best. And I, I wish I was the one you lonely lonely son and you looked at me that way. I wish for long lingering glances, fairytale romances every single day And you look at me and say I’m your best friend every day but I wish for something wish for something more Oh I love you like a friend but let’s not pretend how I wish for something, wish for something more. Oh the grass is so green but I can’t see anything, past your eyes I'm fixated on your smile your cherry lips make life worthwhile I'm thinking these things what I’m trying to say Life gets in my way every single day. Now the sun is fading and th…
Sismulacro (pode ser visto em http://terminal23.blogspot.com/2008/11/simulacro.html)Caros cidadãos, Hoje, dia 21 de Novembro de 2008, vamos simular que não estamos em crise! A partir das 15h 00m o país, mais concretamente a área da grande Lisboa vai entrar em crescimento económico súbito até Domingo. Vamos todos fazer de conta que o capitalismo assente em mecanismos especulativos vai começar a dar frutos, que as grandes empresas vão ganhar ainda mais poder e autonomia financeira, e que alguns senhores dirigentes de grandes bancos e gasolineiras irão retribuir justamente os excelentes investimentos estratégicos e irão devolver dinheiro a todos os seus clientes.Vamos todos dar as mãos e saudar o capitalismo com "Urras" e "Vivas" e fazer de conta - relembro, até Domingo - que vivemos de forma folgada e próspera.Portugueses, Simulemos uma vitória económica na Cidade Capital deste rico país. José Sócrates - "Pronto, acabei! O que achas desta ideia?" - "Ó senh…
Sophie Ellis Bextor- Move This Mountain
Sendo que possivelmente terei apanhado uma valente constipação, e declarando que não tirei nenhuma fotografia do evento porque, enfim, está tudo muito tremido e a poeira só assentou superficialmente, devo dizer que ontem à noite me senti muito feliz por ver os meus meninos todos juntos outra vez. Não importa que depois tivesse sentido o frio a entrar-me pela pele dentro, o que estava a fazer com que as minhas mãos inchassem mesmo depois de termos andado, sim concerteza que andámos, alguns quilómetros, subindo e descendo as colinas de Lisboa, da Sé ao Bairro e depois, não contentes com isso, parássemos pela Bica e continuássemos até à 24 de Julho. Foi uma noite de, praticamente, Inverno, bastante agradável, mesmo que estivesse "encerrada" a partir das 02.00 ou que em todo o lado nos obrigassem a pagar quantias para as quais ainda não ganhamos o suficiente. Estivémos todos juntos, mesmo com todas as tricas copiadas sem querer das novelas mexicanas.

Sigur Ros- Inní mér syngur vitleysingur ("Within me a lunatic sings")

Aprendendo a esperar por ti, sempre (citando M.R.Pinto)

Peço desde já desculpa, mas as palavras que se seguem não só, nem pouco mais ou menos da minha autoria, embora reconheça e me identifique em tudo o que nelas está contido. "É possível que no meu património genético exista o gene da espera, herdado das avós das avós das minhas avós, séculos a fio repletos de gerações de mulheres que viveram toda a sua vida à espera dos homens, desde a reconquista de Portugal, escondidas em pequenas aldeias do norte sob a protecção do condado. Depois, até ao reinado de D. Afonso IV, enquanto combatiam a mourama. E mais tarde, na era dos Descobrimentos, quando partiam em naus e caravelas e ficavam por lá, a plantar a bandeira de Portugal nas praias que iam conquistando, erguendo padrões e fortes onde podiam, desde a costa africana até às Índias, passando pelo Brasil e por tantos outros lugares. As mulheres portuguesas sempre esperaram pelos homens e a isso eu chamo a vocação de Penélope, a sábia e sensata mulher de Ulisses que esperou vinte anos pel…

Lost

Just because I'm losing Doesn't mean I'm lost Doesn't mean I've stopped Doesn't mean I'm across Just because I'm hurting Doesn't mean I'm hurt Doesn't mean I didn't get what I deserved No better and no worse I just got lost Every river that I tried to cross Every door I ever tried was locked Oh and I'm just waiting 'til the shine wears off You might be a big fish In a little pond Doesn't mean you've won 'Cause along will come A bigger one And you'll be lost Every river that you tried to cross Every gun you ever held went off Oh and I'm just waiting 'til the firing's stopped Oh and I'm just waiting 'til the shine wears off Oh and I'm just waiting 'til the shine wears off Oh and I'm just waiting 'til the shine wears off Coldplay

Mogwai- Auto Rock

Leave out all the rest

I dreamed I was missing You were so scared But no one would listen Cause no one else cared After my dreaming I woke with this fear What am I leaving When I'm done here So if you're asking me I want you to know When my time comes Forget the wrong that I've done Help me leave behind some Reasons to be missed And don't resent me And when you're feeling empty Keep me in your memory Leave out all the rest Leave out all the rest Don't be afraid I've taken my beating I've shared what I made I'm strong on the surface Not all the way through I've never been perfect But neither have you So if you're asking me I want you to know When my time comes Forget the wrong that I've done Help me leave behind some Reasons to be missed Don't resent me And when you're feeling empty Keep me in your memory Leave out all the rest Leave out all the rest Forgetting All the hurt inside You've learned to hide so well Pretending Someone else can come and save me from myself I can't be who you …