Thursday, November 22, 2007

Mais um dia merdoso...

Saí de casa cansada. Afinal, sonhar com a frequência de uma disciplina de 1º ano ainda em atraso, dá nisto. Passei o dia a fazer exercícios, pedindo secretamente ao meu sub-consciente que no dia D (sexta feira) à hora H (16.30), a minha inteligência não ficasse reduzida à de uma paramécia e não conseguisse fazer aquilo que ando há já dois meses a treinar-me para: passar ao teste de Matemática I. O bicho papão voltou. Anos sem ligar muito à disciplina, fugindo-lhe como o Diabo foge da Cruz. The only problem is: se não faço a cadeira, não termino a licenciatura, e isso é que não pode ser. Portanto, passei o dia em redor dos últimos exercícios que supostamente nas aulas práticas já deveriam ter sido realizados (e que ainda não foram). Já referi que amanhã (sexta) é o dia D, não já? E que hoje, quinta, é o último dia de aulas práticas? Portanto, depois de mirrar os olhos e torrar a paciência com matrizes e amigos próximos, fui para a estimada aula de Petróleo. Compensou porque: o meu grupo está finalmente acelerado no processo de georreferenciação e marcação de pontos nos reflectores de perfis sísmicos (numa base de imagem em ArcGis) e o professor lembrou-se de que eu afinal também sirvo para alguma coisa. Enquanto isso, passei 3 horas a olhar para dois monitores, apontando todos os passos que ocorriam num deles, e elaborando powerpoints no outro. Estão a ver aquelas mega dores de cabeça que já ultrpassam o limite de dor e tornam-se enxaquecas? Hoje não jantei. Fiquei tão mal que até enjoei. E depois, chove-me. Tenho a sensação que finalmente chegou o Inverno. Se não pelo frio, será certamente pela loucura consumista que já se faz sentir: das duas uma, ou espero pelos saldos e arrisco-me a já não encontrar o que procuro, ou entro também na madness desmesurada que já se faz sentir pelas grandes superfícies lisboetas. Tenho algumas coisas reservadas, principalmente CD's e DVD's, só pelo simples facto de que apesar de serem o que são, também se esgotam rapidamente. Mas aparte disto, o que eu queria mesmo era passar a Matemática. Era uma grande prenda de Natal que eu tinha.

No comments: